Anatomia de um Grande Scrum Master

Categorias Scrum

Um grande Scrum Master deve focar 80% em pessoas e 20% em processos para que o Scrum Team mantenha um ambiente sustentável, siga o processo, e alcance o objetivo de negócio. A maior questão é o que significa esses 80% focado em pessoas e os outros 20% focado em processos.

Uma bela analogia para o papel do Scrum Master é que ele trabalha como um jardineiro para o Scrum Team, pois ele deve:

  • Aparar (desenvolver)
  • Proteger contra o meio ambiente (proteção)
  • Podar (crescimento por condução)

Analogia é fácil de entender, mas o significado prático é menos direto e envolve várias habilidades e características pessoais.

ANATOMIA DE UM SCRUM MASTER

Anatomia de um Scrum Master

Dentro do time de gestão do Scrum, o Scrum Master é responsável por manter os processos e cuidar das pessoas.

Se aplicarmos o Princípio de Pareto ou Regra do 80/20 às responsabilidades do Scrum Master, temos um profissional 80% focado em pessoas e 20% focado em processos.

A maioria das habilidades deve se concentrar nas pessoas, pois para manter ou alterar um processo é necessário conversar pessoas. Já os resultados tangíveis do papel do Scrum Master envolve mudanças e manutenção de processos.

Um bom Scrum Master precisa ter muito mais habilidades para lidar com pessoas do que para criar e alterar processos. Nesse texto foram reunidas 12 habilidades ou características importantes de um grande Scrum Master.

COACH

O Scrum Master é um guia para toda a equipe ter um melhor desempenho.

Ele guia o Product Owner na criação e na manutenção do Product Backlog para que o projeto seja bem definido.

O Scrum Master também guia o Scrum Team a construir a Definition of Done. Ele guia o Scrum Team na execução do Scrum do dia-a-dia e em todas as outras cerimonias do Scrum.

Um guia sabe fazer boas perguntas e esse é o papel de um Coach. O Scrum Master faz coach no Scrum Team com o objetivo de uma boa execução no curto e no longo prazo do projeto.

Para ser um bom Coach é necessário estudo e aptidão pessoal. Como exemplo de técnica temos o guia de comunicação do Rosemberg para fazer boas perguntas sem ser ofensivo e a técnica do Co-Active Coaching descrita neste livro.

MENTOR

miyaguiSe tratando de métodos ágeis e Scrum, o Scrum Master é um mentor do Scrum Team.

O Scrum Master deverá estar atento e prover os conselhos e orientações que o Scrum Team precisar. O foco desse mentor é o Scrum e outros Métodos Ágeis. Uma grande ressalva, o Scrum Master NÂO deve falar ou orientar o Scrum Team sobre como transformar Itens do Product Backlog em Incremento de Produto.

Quando o Scrum Master está orientando um Scrum Team, ele estará transferindo seu conhecimento e experiência para o Scrum Team. O Scrum Team decide como tornar esse conhecimento específico relevante para o que está acontecendo com eles.

Dessa forma ele irá atuar como um conselheiro sábio e confiável do Scrum Team.

PROFESSOR

Scrum Master atua como um professor ao ensinar práticas para o Scrum Team.

Para tanto o Scrum Master deve ter habilidades ou conhecer técnicas para ensinar. O Training From The Back of The Room é uma técnica excelente para treinamentos 2.0, já para sessões de aprendizado colaborativo o foco deve ser o Learning 3.0.

Como exemplo, o Product Owner e o Development Team muitas vezes têm dificuldades em descrever itens do product backlog com a granularidade correta.

O papel do Scrum Master poderia ser ensinar técnicas de escrita de itens do Product Backlog; técnicas que ajudem a diminuir o tamanho dos itens de Product Backlog; ou técnicas de estimativas para itens do Product Backlog.

Um Scrum Master pode delegar ou terceirizar o papel de professor caso não se sinta à vontade de explicar um determinado conteúdo. Todavia ele irá ao menos direcionar o Scrum Team para obter a resposta que eles precisam.

Agile Coach and Mentor
Hoje sou Agile Coach com o objetivo de ajudar profissionais na transição para o mundo da agilidade. Trabalhei mais de 10 anos no Ecossistema Java e a mais de cinco anos com Scrum e Agilidade. Co-criador do agilidade.org. Professor universitário de pós-graduação e graduação na área de tecnologia por mais de 7 anos.
  • Olá Anderson, parabéns pelo post. Você colocou muito bem que na verdade estamos conectando pessoas com pessoas e que também não há bala de prata, temos que entender o cenário e usar as técnicas que mais fazem sentido.
    Um ponto que acredito ser mais importante que todos esses citados, é que na minha visão, temos que ser a cola do time com o problema e com as pessoas que receberão a solução. Ou seja, sempre conectar tudo com o problema que está sendo resolvido. Isso trás a tona qual a causa que estamos trabalhando, o nosso propósito e conecta de forma profunda com o que está fazendo, é assim que vejo os resultados incríveis acontecer.

    • Anderson Hummel

      Olá Cleiton
      Obrigado pela atenção com o post 🙂
      Eu tenho um sentimento parecido com o seu, é muito importante o ScrumMaster ter um fit com as necessidades do time.
      Essas necessidades variam de time pra time e temporalmente… consegui falar sobre essa cola usando outras palavras?