Para as pessoas que pretendem inovar na cadeia de produtos e processos e não sabem por onde começar, ou acham que apenas gênios podem transformar seu produto em algo inovador, esta palestra mostrará o pragmatismo da inovação sistêmica, como um caminho saudável para a evolução continua. Acreditando na máxima: Alguém já resolveu o seu problema e que através de um princípio inventivo você pode iniciar o jogo. Poucas pessoas comentam sobre inovação e esta pode ser uma bela oportunidade de discutir, propósito, pensamento sistêmico, inovação e…Continue Reading “Inovação para não gênios, pragmatismo e times ágeis.”

Um dos maiores desafios das empresas que trabalham com projetos ágeis está relacionado a como definir a estratégia de precificação. De um lado há os interesses da empresa que presta o serviço e de outro, os interesses do cliente. E por mais que se fale sobre colaboração e empoderamento, uma mesa de negociação nunca é amigável. Em linhas gerais, ouve-se muito sobre conquistar a confiança do cliente, e que isso é com o tempo. Mas a forma de entrar no cliente para ganhar essa confiança é…Continue Reading “Precificação de projetos ágeis com Pay What You Want”

Agile está conquistando as empresas e flertando com o mainstream. É ótimo ouvir casos de sucesso de empresas como Spotify, Microsoft, Salesforce, Google…e até FBI! Mas, será que nós estamos realmente aprendendo com estas histórias? Infelizmente, não…já que o trabalho com práticas emergentes está no centro da maioria destes cases, mas vemos poucos atentos a isso. O que são práticas emergentes? E o que é aprendizado emergente? Por que isso é importante para Agile? Como introduzir isto na minha empresa? Nessa apresentação compartilharei minha experiência ao utilizar…Continue Reading “Práticas Emergentes, a verdadeira chave para o sucesso com Agile”

Com a Inception Enxuta em uma única semana de trabalho colaborativo entre time ativo do projeto e equipe do cliente, irão compreender os objetivos do produto, os principais usuários, e o escopo funcional de alto nível tal que o tamanho do projeto pode ser estimado e uma estratégia de lançamento incremental dos MVPs (Minimum Viable Product ou Mínimo Produto Viável) possa ser identificada. A metodologia da Inception DiretoAoPonto foca no entendimento de valor do negócio e necessidade do usuário para sequenciar o MVP, no produto…Continue Reading “Direto Ao Ponto – Criando produto de forma enxuta (Livro: Paulo Caroli)”

Marketing do seu produto digital: 7 grandes erros ao planejar

Planejar o marketing do seu produto digital leva tempo e esforço. E não se atentar a alguns erros pode comprometer seus resultados: 1) NÃO DEFINIR UM ORÇAMENTO PARA AÇÕES DE MARKETING Frequentemente empresas de software focam no desenvolvimento de produto e esquecem de calcular um valor a ser destinado ao marketing. Mas é preciso ter em mente que para vender, é necessário divulgar para as pessoas certas e de forma mensurável. Então surge a pergunta: e como calcular o tamanho desta verba? Numa média de mercado, para…Continue Reading “Marketing do seu produto digital: 7 grandes erros ao planejar”

Visual Radiators: Como elementos visuais podem ajudar a auto organização de times ágeis.

Omissão ou generalização de informações são sintomas constantes de falha de comunicação. E isso ocorre não de forma proposital, é algo natural para todo ser humano. Quem nunca ouviu aquela frase ” desenha para eu entender?”, ou então que precisou de informações para tomada de decisão e se viu imersa em um punhado de sistemas, planilhas, etc..Sem entender de fato o que estava acontecendo? Na década de 80, partindo da mesma necessidade, a Toyota incluiu a noção de controle visual em seu sistema de produção….Continue Reading “Visual Radiators: Como elementos visuais podem ajudar a auto organização de times ágeis.”

Manter os membros da equipe motivados é um desafio constante. A identificação e o monitoramento das motivações intrínsecas tem um nível mais elevado de complexidade quando comparado às motivações extrínsecas. Essa dificuldade pode ser mais acentuada quando nos referimos a projetos ágeis, devido às constantes mudanças. Esta palestra trata do relato do desenvolvimento e uso da técnica: Measuring Motivator Cycle (MMC). MMC é uma adaptação da técnica Moving Motivators do Management 3.0, onde o diferencial é a atribuição de pontos para as motivações intrínsecas, resultando…Continue Reading “UMA TÉCNICA PARA MEDIR E ACOMPANHAR A MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA DE TIMES ÁGEIS”

Trabalhar com tecnologias de ponta, passeando por campinas verdejantes é o desejo de todo desenvolvedor. Porém, nem sempre isto é possível. Na maior parte das vezes nos vemos trabalhando em cima de bases de código deixados por outros, ou mesmo deixando o nosso código para que outros continuem o serviço. Nessa conversa mostro como ler a história de um sistema e entender como o legado (se e de outros) pode ser tanto prazeroso como rentável a seus clientes. E para isso, basta você se fazer apenas…Continue Reading “Uma pergunta para melhorar o seu legado”

A todo momento somos empurrados com muita informação. No desenvolvimento de serviços e produtos, não é diferente. O mindset de muitas pessoas é de pressionar para que algo aconteça. E com isso elas entendem que acharam o jeito certo de fazer acontecer. Esquecem que tudo faz parte de um sistema, e o fato de empurrar pode causar falta de engajamento das pessoas e perda do senso de causa. Perguntas que podem aparecer: Porque faço o que faço? Qual a motivação? Tudo tem que acontecer agora? Qual é o prazo?…Continue Reading “Espera, Paciência Puxar e Empurrar – palavras que podem definir uma equipe ágil”

Você já teve problemas de comunicação dentro do time de desenvolvedores? Você gastou muito tempo para explicar uma solução técnica e a codificação não ficou como você tinha explicado? Você percebe problemas recorrentes e eles são complexos de explicar para o time? O time de desenvolvedores não consegue enxergar estes problemas recorrentes? Muito se fala dos padrões de projetos (design patterns) e como eles nos ajudam na construção da melhor solução para problemas recorrentes. Mas muitos problemas recorrentes existem no ambiente de gestão, análise, desenvolvimento…Continue Reading “Aperfeiçoando a comunicação do time de desenvolvedores com padrões e anti-padrões”

Nessa palestra vou compartilhar sobre os 10 meses que estou na Youse, www.youse.com.br, e o desafio de criar uma empresa do “zero”, com um ideal de times end-to-end, com uma estrutura de metas mais compartilhadas entre todos, com baixa divisão hierarquica. Obviamente nem tudo são flores, desde o primeiro momento a entender que o Modelo Spotify deve ser inspiração e não definição, passando pela dificuldade de uma visão de meta mai colaborativa com OKR, e entendendo que mesmo times “autonomos” estão dentro de um grande…Continue Reading “10 meses de modelo Spotify, Fluxos, OKR e Wide Company”

10 dicas do Agilidade.org para sua comunidade de práticas

10 dicas que podem turbinar a criação e a adoção da comunidade de praticas da sua empresa. O agilidade.org é a maior comunidade nacional de práticas ágeis do Brasil e em menos de 9 meses chegamos a marca de 1700 pessoas apenas no slack do agilidade.org. Eu e o Rafa Jagua criamos a comunidade e tivemos vários aprendizados nesse período. Vou descrever os 10 maiores na minha opinião. #1: Potencialize uma comunidade existente Criar uma comunidade do nada é oneroso e tem mais risco de não…Continue Reading “10 dicas do Agilidade.org para sua comunidade de práticas”

Dias temáticos no desenvolvimento de software (e na vida..)

Assisti recentemente a TED talk do Ricardo Semler (https://www.youtube.com/watch?v=k4vzhweOefs). Nela, uma das diversas  coisas interessantes que ele compartilha é a respeito de dias terminais. Se hoje, você recebesse a notícia de que tem apenas mais um mês de vida, quais são as coisas que você faria? Ele, de forma pró-ativa, decidiu ter dias na sua semana para fazer coisas que ele tivesse interesse de fazer. Em inglês temos o termo ‘bucket list’, é uma lista de experiências, conquistas e coisas para chutar o balde, para…Continue Reading “Dias temáticos no desenvolvimento de software (e na vida..)”

A rápida adoção do Agile pelas Gerações Y/Z

Cada vez mais as empresas estão adotando métodos ágeis. Mas porque isso parece mais fácil para as pessoas da geração Y/Z? É sobre este assunto que vamos debater neste artigo!

Primeiro precisamos entender o que é essa tal de “Geração Y e Geração Z”. Antigamente as gerações eram divididas de 25 à 25 anos, mas surgiu a necessidade de agrupar de acordo com as características da época de nascimento. Conforme a época, as gerações possuem características diferentes devido ao ambiente que as cercava naqueles anos.

Clique na imagem acima para continuar a ler o artigo!

Cá estamos nós: mulheres e agilistas. Acho incrível ver que as minas são presentes e esse grupo só cresce. Falar da rotina de mulheres que trabalham com agilidade pode ser no mínimo complicado. Além do machismo que por si só oprime e desqualifica mulheres que trabalham em qualquer função – com salários mais baixos, menores chances de promoção, a necessidade de trabalhar o triplo ou então ser bonita e simpática para ter o mesmo reconhecimento do homem – existe o agravante de o universo da tecnologia ser majoritariamente masculino….Continue Reading “Como o slack me fez pensar sobre a presença feminina no meio ágil”

Anatomia de um Grande Scrum Master

Um grande Scrum Master deve focar 80% em pessoas e 20% em processos para que o Scrum Team mantenha um ambiente sustentável, siga o processo, e alcance o objetivo de negócio. A maior questão é o que significa esses 80% focado em pessoas e os outros 20% focado em processos. Uma bela analogia para o papel do Scrum Master é que ele trabalha como um jardineiro para o Scrum Team, pois ele deve: Aparar (desenvolver) Proteger contra o meio ambiente (proteção) Podar (crescimento por condução) Analogia…Continue Reading “Anatomia de um Grande Scrum Master”

Agilidade, nasce o blog da comunidade ágil

Decidimos dar mais um passo com a criação do Blog do Agilidade.  Tudo começou em março de 2016 com a criação do Slack, depois veio o Calendário, Meetup e o Twitter @agilidade_org veio. Diferentemente do slack que foca conversa entre os agilistas. O blog tem como objetivo expor idéias, práticas e experiências relacionadas ao ágil em formato de texto, imagem ou vídeo. O ganho para os autores e que seus conteúdos ficarão expostos sem que o agilista se preocupe com divulgação ou gestão de um blog. Já para a…Continue Reading “Agilidade, nasce o blog da comunidade ágil”